Talvez o mês de dezembro seja o que mais ingerimos bebidas alcoólicas, né? Mas é preciso ficarmos atentos à quantidade de bebida ingerida e às calorias das bebidas alcoólicas, primeiro para manter a elegância (nada mais feio que vexame de bêbado), segundo para controlar a ingestão de energia extra e (tentar) manter a forma na época de festas. No fim de novembro já começam as confraternizações de amigos, de trabalho, de família, depois vêm Natal e reveillon e fica difícil falar “não” para a caipirosca na beira da praia, para o espumante no jantar ou para qual for o drink. Eu, por causa da gravidez, não estou bebendo – só no Natal tomei 2 taças de champanhe – e ocasião ou outra dou uma bicada em alguma bebida alheia para provar.

Como algumas pessoas não têm noção das calorias das bebidas alcoólicas, pesquisei e montei uma tabelinha com os números aproximados do que geralmente ingerimos em drinks mais consumidos:

Deu para notar que as melhoras escolhas são o sakê e os vinhos. Mas com moderação, todas estão liberadas! Feliz 2017 e muitos brindes!!

Beijos

Comentários

comentários