Lixo para uns, luxo para outros. O aclamado designer francês Christian Louboutin, famoso pelas solas vermelhas dos sapatos, criou a Loubi in Progress, uma coleção ousada que transforma o característico papel kraft das caixas e sacolas da marca em desejáveis itens de consumo. Na coleção Loubi in Progress de Louboutin, tênis, sapatilhas e scarpins, bem como bolsas e carteiras, são feitos de fragmentos de material reciclado e decorados com o papel kraft, como uma homenagem ao processo criativo que acontece por trás das portas do ateliê de Christian Louboutin em Paris.

Na verdade, tudo começou ao fim dos anos 90 quando Christian Louboutin criou a Trash Mule, dando origem assim à técnica do lixo, com a premissa de que “o lixo de uns pode se tornar o tesouro de outros”.

O papel kraft, que desde o principio vem abrigando as criações de Louboutin, na forma de sacolas e caixas de sapatos, agora é o coração pulsante da coleção Loubi in Progress. O icônico material foi rasgado, às vezes amassado, cortado e finalmente composto em colagens feitas à mão, a serem expostas sob uma camada brilhante de PVC. Estas expressões artísticas únicas, que prestam homenagem ao processo criativo, seguem encapsuladas para sempre em cada peça.

Na coleção Loubi in Progress, para realçar o efeito gráfico das nervuras do papel kraft, uma paleta de cores minimalista enfatiza características emblemáticas dos designs de Louboutin: spikes metálicos, logo branco e saltos vermelhos. Outros elementos vistos ao redor do ateliê também serviram de inspiração: uma fita métrica artisticamente transformada em um laço se torna o detalhe principal do salto Metrisandal e toques decorativos da bolsa Paloma.

Comentários

comentários