Não sei vocês, mas eu não tenho o hábito de dormir depois do almoço. Somente nos fins de semana, mas agora com filho pequeno isso virou lenda. kkkkkk… A chamada “siesta”, soneca depois da principal refeição (almoço) e no meio das atividades diárias, é muito comum em culturas mediterrâneas, como Grécia, Espanha e Itália. A palavra tem origem na expressão latina “hora sexta”, que no calendário romano correspondia à sexta hora a partir da manhã , ou seja, ao meio-dia.

cochilo

Estudos afirmam que os cochilos no meio do dia, de 10 a 20 minutos, tendem a melhorar a produtividade de modo mais efetivo do que os cochilos mais longos (acima de 30 minutos) e que essas “pausas” ativam a criatividade. Outra descoberta recente sobre as siestas é que elas têm mais benefícios somadas a uma noite de 8 horas de sono, do que se a pessoa dormir 10, 12 horas seguidas sem tirar o cochilo pós-almoço. Ou seja, o corpo precisa de uma pausa no meio do dia, mesmo tendo dormido muito bem a noite.

Interessante, né!? E vamos à siesta (para quem pode, claro)!!

Beijos

Comentários

comentários